Filhos da nova geração

Sou filha da antiga geração. Antiga, mas que ainda vive. Que inflama os corações, inclusive, de muitos jovens que, infelizmente não entendem o que é ser da nova geração.

Meus pais têm opiniões bastante diferentes sobre carreira. Minha mãe acha que você tem que fazer o que te faz feliz e meu pai crê, piamente, que você tem que fazer o que dá dinheiro. Como se uma coisa não pudesse estar aliada à outra. Mas ambos concordam quando o assunto é um diploma.

A base da crença da antiga geração é o diploma, é a carreira, é o status, é ser. Se você não conseguir ser “alguém na vida”, você é um fracasso. E muitos jovens ainda creem nisso, o que é uma pena.

Meu pai sempre me disse que, independente do que eu quisesse fazer, eu tinha que colocar um diploma em sua parede. Sua maior alegria era contar para todos que eu estava fazendo determinado curso de graduação (digo determinado porque mudei de curso e de faculdade mais de 5 vezes). “Você tem que ganhar muito mais do que eu, minha filha. É isso o que eu quero para você.” Mesmo sendo muito bem sucedido, seu sonho era que eu conseguisse acumular verdadeiras fortunas. Até aí tudo bem. Quem não quer ser rico, não é mesmo? Mas o que me incomodava era ter que passar 90% da minha vida presa a algo que, provavelmente eu não gostaria de fazer, apenas para ter um status. Apenas para acariciar o ego de alguém.

Minha irmã, por sua vez, sempre teve o sonho de morar no Leblon ou em Copacabana, os m² mais caros do Rio de Janeiro. Então, começou a cursar direito em uma das universidades mais conceituadas do país para tentar realizar seu sonho. No meio do caminho ela começou a sentir os mesmos sintomas de infelicidade do que eu. Começou a ver que não queria passar sua vida em um escritório sem ao menos se dar conta de que ela estava passando. Decidiu, então, fazer o que realmente gostava: Comunicação. Dia desses ela me disse que seu foco na vida, agora, é ser feliz sem ter que correr atrás de muita coisa perdendo tempo e não aproveitando a vida. Seu foco agora é outro. Seu foco agora é fazer parte da nova geração.

Mas o que é essa nova geração?

A nova geração é a que vive para si mesma, mas sem egoísmos, ela vive para afastar a tristeza e o estrese. Ela busca meios e formas de ser feliz, não importa o que.

Estou mais do que acostumada a ouvir histórias de pessoas que “largaram tudo” para viver como guias turísticos em uma praia na Austrália, de executivos que se jogaram de cabeça no empreendedorismo digital e largaram seus altos cargos em multinacionais, de professores que abandonaram suas carreiras promissoras para trabalhar em um Café no centro da cidade. Histórias de pessoas que venderam tudo o que tinham e hoje dividem apartamentos com mais 4 pessoas ou moram em um Hostel enquanto trabalham por lá; de pessoas que disseram adeus para a família e foram fazer um mochilão de volta ao mundo.

A antiga geração enlouquece com essas histórias. As pessoas que detém essa mentalidade só conseguem ver números. “Ah, mas o que você vai fazer quando seu dinheiro acabar? E e isso não der certo? Você tem que parar de sonhar e voltar ao trabalho duro.” Mas mal sabem eles que a vibe agora é outra. O que a nova geração não consegue mais aguentar é a impossibilidade de ser feliz. Estamos criando um novo modo de viver, o modo da felicidade. O modo que foge do estresse físico e psicológico e que aposta todas as fichas na felicidade.

E, convenhamos, a antiga geração é a do trabalho e somente isso. Os amigos foram esquecidos e trocados por horas de trânsito e de trabalho, casamentos acabam em um piscar de olhos por falta de tempo, a saúde está acabando por falta de condições mínimas de vivência nesse mundão de Deus.

A velha geração afogou seus filhos em estudos, processos, seleções, competitividade, obrigações de serem os melhores e ocuparem os melhores cargos. Mas o que aconteceu? Uma verdadeira crise. São milhares de alunos desistindo da vida por conta da pressão familiar e pessoal, trabalhadores de 20 e poucos anos se entupindo de remédios todos os dias, crianças esquecendo o que é brincar na rua e não construindo laços sociais. Uma verdadeira crise nervosa e existencial.

O sucesso profissional não nos garante mais a sensação de dever cumprido. Afinal, nem sabemos mais qual é esse dever.

Qual é o sentido da vida? Qual é a motivação para ser ou não ser? A resposta para essa pergunta sempre tem que ser “você”. Você é o motivo para tudo e de tudo. E, já me incluindo nesse “você”, posso dizer com propriedade que a nova geração valoriza sim o amor e a família, mas somente se você quiser. Se estiver feliz solteira, tudo bem. Se separar, tudo bem também. Se casar e decidir não ter filhos, ótimo. O que importa é ser feliz. Seja com quem for e como for. Se você quiser viver apenas para trabalhar, beleza. Se quiser largar tudo e virar jardineiro freelancer, beleza também.

A nova geração não mede mais o sucesso pela conta bancária ou status social. A nova geração mede sucesso através de seus sorrisos e de escolhas felizes. Ter sucesso não é ter o tempo todo “comido” por trabalho, é ter tempo para curtir um churrasco com os amigos bebendo aquela cerveja gelada. Ser bem sucedido não é mais ter uma mansão, mas sim, poder conhecer lugares novos e viver experiências incríveis, deixando de ser um mero expectador de fotos bonitas de viagem no instagram e se tornando o criador da sua própria realidade.

O nosso modelo de sucesso é outro. Somos a geração da felicidade, a geração carpe diem.

Se você faz parte dessa nova geração e já foi chamado de louco várias vezes, acredite, provavelmente você está no caminho certo ao não jogar suas prioridades, seu tempo, sua saúde, sua vida pela janela.

PS: No texto eu mencionei empreendedores digitais. Depois que descobrimos esse termo, isso mudou a nossa vida e tudo aconteceu graças ao Marcus Lucas, um dos primeiros empreendedores digitais do Brasil. Se você quiser colar com ele e aprender como ter essa liberdade financeira, de tempo e geográfica, clique aqui e veja as principais dicas GRÁTIS de como ter a vida dos seus sonhos agora mesmo! 

SE HOSPEDE COM BOOKING.COM

VIAJE SEGURO:

Seguro viagem geral 728x90

Filhos da nova geração
5 (100%) 9 votes

viagemcomasmanas

Empreendedoras digitais apaixonadas por viagem que buscam ajudar cada vez mais pessoas a se tornarem as protagonistas de suas próprias vidas.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *